Receba nossas newsletters:

UM CANAL COM MATÉRIAS E CONTEÚDOS
EXCLUSIVOS SOBRE O MUNDO CORPORATIVO.
PARA CONSTRUIR A SUA LIDERANÇA.

Compartilhe:
icone facebook icone e-mail
Baixe o e-book e entenda como nosso Método funciona
PUBLICADO EM: terça-feira, 22 de outubro de 2019
OUTRAS

BAIXE O E-BOOK E ENTENDA COMO NOSSO MÉTODO FUNCIONA

Desenvolver as pessoas é o caminho mais lógico para que as empresas consigam sobreviver e crescer no cenário atual, marcado por mudanças rápidas e constantes e um mercado altamente competitivo.

Quanto mais surgem tendências globais e ocorre a transformação das forças econômicas, das tecnologias e dos ciclos de negócios, mais os atributos pessoais dos profissionais fazem a diferença na gestão das organizações.

Os atributos pessoais devem ser desenvolvidos permanentemente. Esse é um processo contínuo, que começou quando éramos crianças, e tem ondas de intensidade. Há momentos em que precisamos mergulhar em um processo de aprendizagem ou de treinamento para avançar mais rapidamente ou para redefinir a rota.

Como são as pessoas que fazem as empresas, muitas vezes uma organização precisa promover esse mergulho coletivo de uma equipe para melhorar os resultados. O Método i+5 da Integração pode proporcionar esse processo.

Como uma forte onda, o Método i+5 funciona como uma aceleração da aprendizagem. Ele atua de maneira intensa para permitir que a empresa avance ou se reposicione.

O Método i+5 começa trabalhando a disposição dos profissionais para o aprendizado. E termina quando, engajados e capacitados, eles são capazes de entregar mais para a empresa, adicionando valor ao trabalho.

O Método i+5 engloba Diagnóstico, Engajamento, Ação, Sustentação e Transferência. Veja a seguir como funciona cada etapa. Boa leitura!

Fabio Eltz, head das escolas de Liderança e de Comunicação da Integração.

 

CLIQUE AQUI E BAIXE O E-BOOK SOBRE O I+5

 

Mais conteúdo

Curso da Integração foca na formação estratégica do consultor de RH.

O impacto da transformação digital na educação corporativa é tema da revista RH Premium

O que é comunicação não violenta

 

 

Comentários: