Receba nossas newsletters:

UM CANAL COM MATÉRIAS E CONTEÚDOS
EXCLUSIVOS SOBRE O MUNDO CORPORATIVO.
PARA CONSTRUIR A SUA LIDERANÇA.

Compartilhe:
icone facebook icone e-mail
Credibilidade e comunicação assertiva são as chaves para o marketing pessoal
PUBLICADO EM: segunda-feira, 7 de maio de 2012
ESCOLA DE LÍDERES

CREDIBILIDADE E COMUNICAÇÃO ASSERTIVA SÃO AS CHAVES PARA O MARKETING PESSOAL

Muito mais relevantes do que a aparência, capacidades profissionais conjugadas possibilitam a construção de uma imagem positiva junto a superiores e colegas de trabalho.   

Comunicar-se eficientemente mais do que vender-se como um produto. Para a consultora empresarial e professora da Integração Sônia Zorzi, este é o conceito básico a ser apreendido pelos profissionais que desejam utilizar o tão celebrado marketing pessoal como mais um elemento em suas carreiras. Segundo a especialista – e ao contrário do que muito se divulga – não é a aparência o ponto principal para ter ideias, projetos e a própria credibilidade aceitos e valorizados. É evidente que culturas corporativas impõem alguns limites no que se refere a vestuário e cuidado com o visual. Porém, realmente favorecer-se do marketing pessoal vai muito além. E está mais alinhado com a clareza com que se transmitem mensagens e, sobretudo, com a capacidade de cumprir com o que é prometido.

“Não vai adiantar um profissional ter um ótimo discurso, afirmar capacidades se não for realmente capaz de agir de acordo com o que divulga a seu respeito. Nesses casos, o investimento na embalagem pode ser até prejudicial”, alerta Sônia. A assertividade deve ser, ainda segundo a especialista, o grande objetivo daquele que deseja construir em seus superiores e colegas de trabalho uma imagem positiva. Ao estruturar esta postura, o profissional passará a ser lembrando em momentos de dificuldades nos quais terá a oportunidade de demonstrar, na prática, suas capacidades e habilidades, alimentando ainda mais a imagem positiva.

Para conquistar esta assertividade na comunicação e nas ações, é necessária ser desenvolvida uma fina sensibilidade para a percepção do outro. Quando se conclui que cada pessoa compreende o mundo a partir de suas referências e tendências, toda comunicação tende a ficar mais eficaz. E isto ocorre principalmente se, junto da percepção do universo daquele outro, vier o desejo genuíno de cuidar para que este realmente receba o que está sendo transmitido. Essas relações de respeito fortalecem mais uma vez a imagem do profissional nos importantes quesitos credibilidade e confiança.

Neste modo de pensar, no marketing pessoal, portanto, há espaço para todos os tipos de personalidades e modos de interação. Mesmo um colaborador introvertido pode valer-se de suas muitas habilidades e construir uma cadeia de credibilidade capaz de auxiliá-lo em sua ascensão profissional. Os extremos – uma forte agressividade ou completa indiferença – não são recomendados em ambientes de trabalho assim como em qualquer outra forma de atividade social. E, para que se construam relacionamentos saudáveis respeitando as individualidades, é de responsabilidade de cada profissional investir no autoconhecimento, um caminho sempre essencial para a melhoria das relações com o mundo. 

Comentários: